Empresas Associadas

Imprimir

Flamengo passeou pra cima do Ji-Paraná, 6 a 0

Flamengo passeou pra cima do Ji-Paraná, 6 a 0
Taça São Paulo de Juniores
Mengo meia dúzia a zero. 
O Flamengo não teve dificuldade para golear o Ji-Paraná, por 6 a 0 na noite desta quarta-feira, em Barueri. A estreia rubro-negra na Copa São Paulo de juniores teve gols de Patrick, Pepê, Lucas Silva (dois), Wendel e Vitor Gabriel.  Hugo Souza, goleiro de 1,99m, teve pouquíssimo trabalho, e ainda viu os companheiros acertarem a trave por três vezes.
Com o resultado, o time rubro-negro larga na frente no grupo 21 da Copinha, com três pontos. Oeste de Itápolis e Aimoré-RS empataram por 2 a 2 e ficam com um ponto cada. O Ji-Paraná é o lanterna. 
Os dois times voltam a campo no sábado. O Ji-Paraná encara o Oeste, às 15hs horário de Rondônia, e o Flamengo enfrenta o Aimoré-RS logo depois. 
Só deu Flamengo na primeira etapa. Com boa troca de passes e movimentação, o time rubro-negro fez dois gols - do zagueiro Patrick e do meia Pepê -, botou duas bolas na trave e criou outras tantas boas chances.
O time rubro-negro tocava bem a bola no bom meio formado por Hugo Moura (capitão), Theo, Vinicius Souza e Pepê. Na frente, Wendel fazia bem o pivô, e a equipe ainda era alimentada na frente com os bons e rápidos laterais Wesley e Michael. No Ji-Paraná, muita vontade e destaque para o rápido Pelezinho. 
O Ji-Paraná voltou para o segundo tempo com uma correção importante de marcação. Wesley, ótimo lateral-direito do Fla, passou a ser marcado de perto, e o time sentiu. A equipe de Rondônia até ensaiou umas subidas ao ataque, mas o jogo foi passando, passando....
Até que, a partir dos 29 minutos, e após muitas mexidas - na Copinha são seis para cada lado -, o Flamengo marcou mais quatro vezes, duas delas com Lucas Silva e outras com Wendel e Vitor Gabriel. Teve ainda uma bola na trave, com Bill, e conseguiu um placar à altura do que produziu. 
O Jipa estreia mal na Copinha 
Flamengo-RJ
Hugo Souza; Wesley (Bernardo), Matheus Dantas, Patrick e Michael (Ramon); Hugo Moura, Theo (Luiz Henrique) e Pepê (Patrick Valverde); Vinicius Souza (Bill), Lucas Silva e Wendel (Victor Gabriel). Técnico: Maurício Souza.
Ji-Paraná
Lucão; Pedro Yan, Ney, Jorge e Gerson Orelha (Weslei Rafael); Valadares, Carlinhos (Tom), Thalyson e Pelezinho (Manoel); Joãozinho (Ykys) e Yuri (Matheus Maritaca). Técnico: Geovanny Siqueira.
Imprimir

Real Ariquemes confirma retorno do zagueiro Alex Pascoal

Real Ariquemes confirma retorno do zagueiro Alex Pascoal
Alexsander Henrique Ribeiro Pascoal tem 21 anos e foi campeão com o Real. 
O Real Ariquemes confirmou a chegada do zagueiro Alex para a temporada 2018. A aquisição foi confirmada pelo presidente do clube, Chico Pinheiro, que busca já fechar o elenco para as disputas da Copa do Brasil, Copa Verde e Campeonato Rondoniense.
Alexsander Henrique Ribeiro Pascoal tem 21 anos e foi campeão com o Real Ariquemes no Estadual do ano passado. Além de passagem pelo Furacão do Jamari, o jogador defendeu o Araxá-MG, Atlético-GO e Villa Nova-MG.
O jogador já se apresentou ao elenco comandado pelo técnico Marcos Birigui. Já na noite desta quarta-feira está prevista a chegada do zagueiro Mário Paiva, que desembarca em Porto Velho e, em seguida, vai para a cidade de Ariquemes.
O Real Ariquemes estreia na temporada 2018 contra o Sparta-TO fora de casa, pelo jogo de ida da primeira fase da Copa Verde. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda definirá se o Furacão do Jamari estreia no dia 31 de janeiro ou no dia 7 de fevereiro.
Imprimir

Para iniciar 2018: treino aberto de corrida é realizado em Ariquemes

 

Para iniciar 2018: treino aberto de corrida é realizado em Ariquemes
Trajeto do treino aberto de ciclismo começa no trevo de Ariquemes e vai até uma pamonharia na BR 421
Grupo de pedaleiros de Ariquemes 
No amanhecer do segundo dia do ano, corredores amadores e profissionais de Ariquemes já têm atividade física marcada. É o 1º Longão do ano de 2018, organizado pelo grupo de amigos corredores RunAri. A atividade é um treino aberto de corrida, voltado a qualquer pessoa que queira começar o ano vencendo desafios.
O objetivo, segundo uma das integrantes do grupo, Adaira Arruda, é ir melhorando os resultados dos treinos e alcançar as metas para participar de provas.
- O objetivo é superar os nossos limites, sair da casa dos 10 km que estamos acostumados. Esse ano queremos chegar aos 21km.
A saída será às 5h30, do Posto Pacatão, no Trevo da BR-364 com BR-421. O percurso começa no posto e segue até uma pamonharia às margens da rodovia. No total, serão 15 quilômetros, a serem percorridos na velocidade de cada um. O retorno para a cidade será feito de carro ou moto.
O grupo RunAri começou com um casal que foi chamando amigos para atividade física com o objetivo de melhor a qualidade de vida. Qualquer pessoas pode participar do grupo, que faz treinos semanalmente.
A participação na atividade é gratuita e não é necessário fazer inscrição. Por não ser uma prova, não haverá medalhas, camisas ou premiação.
Imprimir

Fernando Godoi de Ariquemes entre os 10 Top Trainer do Brasil em São Paulo

 

Fernando Godoi de Ariquemes entre os 10 Top Trainer do Brasil em São Paulo
Reta final escolherá o melhor personal do Brasil. (Foto: Assessoria)
Fernando Godoi profissional de educação física de Ariquemes, RO, está concorrendo ao título de melhor educador físico do país. Godoi é um dos dez finalistas do Top Trainer Brasil, que terá o resultado final conhecido no próximo fim de semana.
O concurso Top Trainer Brasil elege desde o ano passado o melhor treinador físico do país. Fernando Godoi é o único representante da Região Norte na competição.
O evento tem como objetivo elevar a qualidade dos serviços em atividades físicas e áreas relacionadas, a um nível de excelência que beneficie a todos os profissionais, empresas e clientes. A final será transmitida ao vivo, pelo canal SportTv, no programa Eu Atleta da rede Globo.
Top Trainer Brasil 2017 - Os Dez Finalistas!
Fernando Godoi - Ariquemes-RO
Camila Siriani - Americana-SP
Gabriel Dias - Juiz de Fora-MG
Karina Magnezi - Prudente-SP
Darlan Souza - Imbé-RS
Max Prestes - Criciúma-SC
Leticia Couto - Campo Grande-MS
Nikolas Chaves - Belo Horizonte-MG
Débora Lourenço - Criciúma-SC
Robson Santos - Gravataí-RS
A educação física nasceu comigo desde criança. Eu gosto muito de esporte e venho de uma família que também gosta muito. Eu via o quanto meu pai era importante para aquela sociedade onde ele trabalhava, o quanto ele conseguiu mudar a vida das pessoas com o esporte e eu quis isso para minha vida.
Uma das vantagens do concurso, segundo o professor, é a possibilidade de mostrar que o profissional de educação física tem conhecimento e entende profundamente do que faz, na teoria e na prática.
- A gente tem que mostrar o quanto a gente se atualiza, tirar o estereótipo que professor de educação física não estuda, é preguiçoso, mas sim que a gente estuda e o exercício físico é importante para a sociedade. ( Por Diêgo Holanda Globoesporte)
Imprimir

Real Ariquemes irá receber 500 Mil Reais na Primeira Fase da Copa do Brasil

 

Real Ariquemes irá receber 500 Mil Reais na Primeira Fase da Copa do Brasil
Novo acordo divulgado pela CBF é válido até 2022 exclusividade de transmissão para TV Globo, SporTV e GloboEsporte. (Foto: Rodrigo Rodrigues/CBF)
A bola ainda não rolou para a temporada 2018, mas já há definições importantes para o próximo ano. A Confederação Brasileira de Futebol divulgou na quinta-feira (21) como será a destinação de cotas da Copa do Brasil 2018. Há um aumento significativo em comparação com os valores das cotas de participação dos clubes na competição mais democrática do país em 2017. Quem ficar com o troféu no ano que vem desembolsará R$ 50 milhões, o que dá uma diferença de 733,33% em relação a última edição.
Imprimir

Luanzinho se despede do irmão: "Irei conquistar tudo que prometi para você"

Luanzinho se despede do irmão: "Irei conquistar tudo que prometi para você"
"A vida bateu duro demais agora, mas temos que nos levantar", diz: Luan Martins Pereira.
Luanzinho faz homenagem a Renanzinho 
Muito emocionado, Luanzinho foi amparado por amigos e familiares no velório do irmão Renanzinho, que faleceu na manhã da última quinta-feira, aos 20 anos, após complicações decorrentes de um tumor cerebral. Mais tarde, em uma rede social, o jogador do Avaí escreveu um texto de despedida.
Junto com fotos alegres dos dois pequenos, Luanzinho, de 17 anos, falou em promessas e na saudade que o irmão irá deixar.
- [...] Obrigado por sempre me incentivar a jogar bola, me levar nos treinos quando era pequeno e fazer de tudo por mim. O campeonato de play outro dia a gente termina, mas só não apela, beleza? haha. Vou sentir muita saudade de você. A vida bateu duro demais agora, mas temos que nos levantar e seguir em frente. Irei conquistar aquilo que prometi. Você vai estar olhando tudo aí de cima. Obrigado por tudo, irmão. Saudades eternas de você! - escreveu ele.
Os irmãos sempre juntos, Renan e Luan. 
É meu irmãozinho chegou o dia de vcs nos deixar, so queria dizer q foi uma honra conviver todo esse tempo do seu lado, momentos bons alguns ruins, mais tu sabe como a vida é né, quero dizer q vc foi o melhor irmão do mundo, ontem eu me formei nem consegui fala isso pra vc né, mais eu disse no começo do ano q conseguiria e vc como smp me apoiou quando muitos duvidou de mim, vc merecia todo sucesso do mundo pela sua dedicação, esforço e humildade, vc ganhou coração de todos com esse teu jeito que era de impressionar a muitos, nao é dessa vez q vamos jogar junto né, mais vc é tão especial q Deus te levou pra perto dele, obg por smp me incentivar a jogar bola me levar nos treinos quando era pequeno, e fazer de tudo por mim, o campeonato de play lá outro dia agente termina, mais só não apela blz haha, vou sentir muita sdd de vc, a vida bateu duro de mais agora, Mais temos q nos levantar e seguir em frente, irei conquistar aquilo q prometi pra vc, vc vai estar olhando tudo aí de cima, obg por tudo irmão sdds eterna de vc !!! 
Renanzinho era apontado como uma grande promessa azurra - ele disputou o Brasileirão de 2015 pelo Avaí. Revelado nas categorias de base, o jovem de 20 anos descobriu o problema em 2015 e estava afastado do futebol. Pelo Leão da Ilha, foram 31 partidas e um gol marcado.
A morte do ex-volante aconteceu um dia após a formatura do irmão mais novo no ensino médio. Na noite de quarta, Luanzinho comemorou o fim dos estudos. Em entrevistas, ele sempre deixou claro a importância de Renanzinho para sua carreira.
Imprimir

Ariquemense do Avaí, Renanzinho morre após complicações de tumor cerebral

Ex-volante estava internado há 15 dias e não resiste após piora no quadro na manhã desta quinta-feira
 
Renanzinho morre em Florianópolis-SC nesta quinta feira 
O ex-volante Renanzinho faleceu após complicações decorrentes de um tumor cerebral. Revelado pelas categorias de base do Avaí, o jovem de 20 anos descobriu o problema em 2015 e estava afastado do futebol. Pelo Leão da Ilha, foram 31 partidas e um gol marcado.
Renanzinho era apontado como uma grande promessa azurra e disputou o Brasileirão de 2015 pelo Avaí. Ele é irmão de outra joia do clube, Luanzinho, que foi promovido aos profissionais na última temporada.
Renan Martins, natural de Ariquemes-Rondônia, onde começou a jogar futebol na escolinha do Camisa 10. Filho de Rondônia. A equipe do Plantão Esportivo em LUTO á família, que Deus conforte o coração de todos. O capitão da equipe do Avaí Marquinhos postou em instagram uma homenagem ao amigo companheiro de clube.
A morte do jovem acontece um dia após a formatura do irmão mais novo no ensino médio. Na noite de quarta-feira, Luanzinho, de 17 anos, comemorou o fim dos estudos - em entrevistas, ele sempre deixou claro a importância de Renanzinho para sua carreira.
Alexandre Jabá recebeu a camisa oficial do Renan neste ano de 2017. 
A vida tem vários mistérios, e o maior deles é a morte. Nunca poderemos entender o porquê de um ente amado ter que partir. A dor que sentimos é imensurável. Nestas horas não há nenhuma palavra que possa ser dita que seja capaz de confortar os nossos corações. Tudo parece perder o sentido e ficar pequeno diante de tamanho sofrimento.
A única coisa que nós, amigos, podemos fazer é nos colocarmos à disposição para ouvir no momento em que quiserem falar, e oferecer os nossos ombros e coração amigo para apoiar vocês.
Não há nada capaz de reparar uma perda como esta, mas em nome da amizade e amor de quem fica, e em honra da memória de quem se foi, é preciso continuar vivendo. É preciso transformar o luto em uma luta pela vida e pela felicidade, e transformar a dor em saudade e serenidade. Os meus mais sinceros pêsames! ( ALEXANDRE JABÁ ).
Imprimir

Escolinha de Futebol Capitão é campeã do Sub-15

 

Escolinha de Futebol Capitão é campeã do Sub-15
 8ª Copa Ariquemes Futebol de Base
Os jogos aconteceram no campo do joga 10 
O Projeto Social “Escolinha de Futebol Capitão” coordenado pela da Associação Desportiva Capitão/7° Batalhão de Polícia Militar encerrou suas atividades de 2017 no início do mês, os alunos estão de férias, mesmo assim participaram da 8ª Copa Ariquemes Futebol de Base realizada em Ariquemes nos dias 15, 16 e 17 de dezembro, e conquistaram resultados positivos.
A Escolinha de Futebol Capitão competiu em cinco categorias: Sub-09, Sub-11, Sub-13, Sub-15 e Sub-17, sendo finalista em quatro destas e campeão na Sub-15, outra conquista foi do aluno/atleta Victor Thiago Alves do Sub-11 que foi escolhido o melhor atleta da competição. Este ano Victor também foi escolhido em uma seletiva da escolinha do Flamengo, para Avaliação Técnica no Rio de Janeiro.
O Projeto atende aproximadamente 100 crianças e adolescentes de 06 a 16 anos dentre eles participantes carentes, que visa contribuir no desenvolvimento intelectual e físico deste grupo, trabalhando no caráter e na formação. Os alunos atletas do projeto passam por prática esportiva, por instruções sobre filosofia militar, palestras nas áreas de direito da criança e do adolescente, trânsito, meio ambiente e direito constitucional.
Para o Instrutor, profissional de Educação Física e policial militar Ricardo Rodrigues Ugatti, “As atividades ajudam a manter este grupo longe das drogas e da criminalidade, melhora e estimula um bom convívio social e coletivo, buscando assim resgatar valores, construindo cidadãos conscientes de seu papel na sociedade, tendo conhecimento de seus deveres e direitos.”.
Imprimir

Zagueiro Mário Paiva é do Furacão do Vale do Jamari

 

Zagueiro Mário Paiva é do Furacão do Vale do Jamari
 Dia 03 de Janeiro o zagueiro chegará em Ariquemes.
Zagueiro de 32 anos, Mário fecha com o Real Ariquemes 
O Real Ariquemes confirmou nesta quarta-feira a aquisição do zagueiro Mário Paiva para a temporada 2018. A informação foi confirmada pelo presidente do Furacão do Jamari, Chico Pinheiro.
Mario Cesar Paiva tem 32 anos e é natural de Limeira (SP). Formado pelas categorias de base da Portuguesa-SP, o jogador vai para sua quarta temporada no futebol rondoniense. Ele chegou a atuar pelo VEC nos anos de 2008, 2010 e 2012.
Além das passagens pelo VEC, o defensor chegou a atuar pelo Fluminense de Feira-BA, Formosa-DF, Foz do Iguaçu-PR, Francisco Beltrão-PR, Inter de Limeira-SP, Prudentópolis-PR, Rondonópolis-MT, Santacruzense-SP, Serrano-PR, Sumaré-SP, Taquaritinga-SP, Vitória da Conquista-BA e, por último, estava no Palmas-TO.
O Real Ariquemes estreia na temporada 2018 contra o Sparta-TO fora de casa, pelo jogo de ida da primeira fase da Copa Verde. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda definirá se o Furacão do Jamari estreia no dia 31 de janeiro ou no dia 7 de fevereiro.
Imprimir

Grupo de Torcedores do Real Ariquemes ajudam no zelo do Estádio Valerião

Grupo de Torcedores do Real Ariquemes ajudam no zelo do Estádio Valerião
Um grupo desses apaixonados por futebol está tratando com imenso carinho o "Velho Valerião".
Recuperação do gramado do Estadio Gentil Valerio 
Com o Título Invicto no Campeonato Estadual de 2017, o Real Ariquemes potencializou tal euforia de maneira imensurável e, com mais uma dose de “adrenalina”, agregou aos veteranos apaixonados, a “massa jovem”, assim, esses fanáticos torcedores se tornam imbatíveis e extremamente multiplicadores.
O Gentil Valerio de Lima ( Valerião). Um grupo desses apaixonados por futebol está o tratando com imenso carinho. “Botando a mão na massa”, sempre que alguns desses torcedores tem um tempinho vago, estão somando aos competentes diretores da FUNCET( Wilson, vulgo Fuscão e ao Nilton Azevedo) e demais funcionários como por exemplo o Valcir. Ali, plantam grama, arrancam ervas daninhas, eliminam formigueiros, arrumam traves e outros trabalhos, tudo voluntariamente.
Mas como tudo nesta vida oscila entre altas e baixas. Nas últimas décadas, os times profissionais da cidade, devido aos fracassos e/ou os “bater na trave”, gradativamente, minimizaram essa euforia. Contudo, não a exterminou.
Vários locais no campo precisando de ser trocado 
O Estádio “Valerião”, em Ariquemes, foi protagonista de emoções espetaculares.
Quem não se lembra do saudoso, Alberi, rolando no gramado empoçado a cada vitória da antiga Sociedade Esportiva Ariquemes ?
Muitas gargantas ficaram roucas com os valorosos títulos, ali, conquistados, no amador ou no futebol profissional! Ah... aquele “maldito” pênalti perdido! Mas, que nunca, jamais ofuscou os méritos de quem o bateu.
Vários goleiros arrancaram aquele, Huuuuuuu..., vindo com força dos pulmões daqueles apaixonados torcedores, com suas magníficas defesas. Os gols, esses dispensam comentários no quesito êxtase.
Professor Mardone colocando as mãos na massa 
Eu, Mardone Santos, que sou um desses, cito aqui alguns dos demais aguerridos fãs do Real Ariquemes que dão uma mãozinha ao “Velho Palco de emoções”: Russo, Tim, Toquinho, Zé Pretinho, Tião, Dozinho e outros.
Parabéns Nilton e Fuscão pelo amor a vossos ofícios e pela competência. A imprensa também é uma grande parceira do time.
Expresso aqui meu carinho a ela em nome dos respeitáveis jornalistas: Alexandre Jabá, Ronis e Amauri de Souza.