Imprimir

Rondônia conquista 38 medalhas em cinco modalidades nas Paralimpíadas Escolares em São Paulo

Escrito por Super User. Publicado em Ariquemes

Rondônia conquista 38 medalhas em cinco modalidades nas Paralimpíadas Escolares em São Paulo
A delegação de Rondônia retornou na última sexta-feira, 22, com 38 medalhas conquistadas 
A edição 2019 das Paralimpíadas Escolares encerrou-se na última sexta-feira, 22, e destacada como sendo uma porta de entrada para jovens com idade escolar que sonham com uma carreira no paradesporto. Rondônia disputou com 33 paratletas, distribuídos em cinco modalidades das 12 que estavam em disputa no evento, considerado o maior do mundo. Ao todo, o Estado conquistou 38 medalhas, ficando em 18º lugar na classificação geral, à frente de Amazonas, Amapá, Sergipe, Alagoas, Tocantins, Mato Grosso, Acre, Roraima, Piauí.
A 13ª edição das Paralimpíadas Escolares reuniu 1.220 paratletas de todo o país (de 12 e 17 anos) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Foram disputadas 12 modalidades voltadas a estudantes com deficiências físico-motoras, visuais e intelectuais. Nessa última categoria houve uma novidade, uma subdivisão para jovens com síndrome de Down no atletismo e na natação.
 
 
Rondônia participou das Paralimpíadas Escolares com a maioria dos paratletas na modalidade de atletismo. Também do Estado estavam participando alunos na natação, bocha, tênis de mesa e Judô. No atletismo, por exemplo, Rondônia conquistou 14 medalhas de ouro, 11 de prata e 4 de bronze. Na modalidade de bocha foi conquistada apenas uma medalha de bronze. No judô foi uma medalha de ouro e duas de prata. Na natação, Rondônia conquistou uma de ouro, uma de prata e duas de bronze. No tênis de mesa, foi uma medalha de bronze.
 
O Comitê Paralímpico Brasileiro é o organizador e promotor das Paralimpíadas Escolares que aconteceu de segunda a sexta-feira da última semana. O estado de São Paulo (anfitrião) venceu com 583 pontos. Santa Catarina terminou em segundo lugar (465,5 pontos), seguido do Distrito Federal (350 pontos). Os paulistas são os mais vitoriosos da competição, com oito títulos no total.
 
O chefe da delegação de Rondônia, professor Ítalo Aguiar, destacou a determinação dos paratletas nas Paralimpíadas. Ele ressalta que a participação mostra que Rondônia está no caminho certo. “Por uma determinação do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, e do secretário de Estado da Educação, Suamy Vivecananda, em atender e cumprir a Constituição Nacional – que diz que os investimentos do Esporte devem ser prioritários no desporto educacional – a Seduc mantém todos os projetos voltados ao desenvolvimento do esporte na escola, tendo como carro chefe os jogos escolares e em específico o Joer paralímpico, onde podemos detectar este ano inúmeros talentos de vários locais do Estado que se classificaram para compor a delegação que se deslocou a São Paulo”, ressaltou Ítalo.
 
Aproveitando o momento do desembarque da delegação no aeroporto Jorge Teixeira, Ítalo Aguiar agradeceu  a todos que estiveram em mais essa missão do time de Rondônia nas Paralimpíadas Escolares. “Agradecer a parceria de todos desde as fases municipais até chegarem ao evento nacional. Os treinos, o empenho, a busca por novos atletas, a dedicação. Foi um enorme prazer mais uma vez estar com todos nesse evento único e gratificante. Rondônia cresce a cada ano no desporto escolar. Considera-se o evento mais legal do mundo, como diz o slogan das Paralimpíadas”, concluiu o chefe da delegação durante o desembarque no aeroporto Jorge Teixeira, ocorrido na noite de sábado, 23.
 
A cerimônia de encerramento aconteceu na noite de sexta-feira, 22, no Pavilhão Oeste do Centro de Exposições do Anhembi, em São Paulo.  O Departamento de Ciências do Esporte do Comitê Paralímpico agradeceu às 27 unidades da federação participantes das Paralimpíadas Escolares 2019.
 
Em nota, o Departamento expressa que, com o apoio de todos, foi possível realizar um grande evento, onde foram avaliados paratletas de todas as modalidades.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar