Imprimir

Ariquemense do Avaí, Renanzinho morre após complicações de tumor cerebral

Escrito por Super User. Publicado em Ariquemes

Ex-volante estava internado há 15 dias e não resiste após piora no quadro na manhã desta quinta-feira
 
Renanzinho morre em Florianópolis-SC nesta quinta feira 
O ex-volante Renanzinho faleceu após complicações decorrentes de um tumor cerebral. Revelado pelas categorias de base do Avaí, o jovem de 20 anos descobriu o problema em 2015 e estava afastado do futebol. Pelo Leão da Ilha, foram 31 partidas e um gol marcado.
Renanzinho era apontado como uma grande promessa azurra e disputou o Brasileirão de 2015 pelo Avaí. Ele é irmão de outra joia do clube, Luanzinho, que foi promovido aos profissionais na última temporada.
Renan Martins, natural de Ariquemes-Rondônia, onde começou a jogar futebol na escolinha do Camisa 10. Filho de Rondônia. A equipe do Plantão Esportivo em LUTO á família, que Deus conforte o coração de todos. O capitão da equipe do Avaí Marquinhos postou em instagram uma homenagem ao amigo companheiro de clube.
A morte do jovem acontece um dia após a formatura do irmão mais novo no ensino médio. Na noite de quarta-feira, Luanzinho, de 17 anos, comemorou o fim dos estudos - em entrevistas, ele sempre deixou claro a importância de Renanzinho para sua carreira.
Alexandre Jabá recebeu a camisa oficial do Renan neste ano de 2017. 
A vida tem vários mistérios, e o maior deles é a morte. Nunca poderemos entender o porquê de um ente amado ter que partir. A dor que sentimos é imensurável. Nestas horas não há nenhuma palavra que possa ser dita que seja capaz de confortar os nossos corações. Tudo parece perder o sentido e ficar pequeno diante de tamanho sofrimento.
A única coisa que nós, amigos, podemos fazer é nos colocarmos à disposição para ouvir no momento em que quiserem falar, e oferecer os nossos ombros e coração amigo para apoiar vocês.
Não há nada capaz de reparar uma perda como esta, mas em nome da amizade e amor de quem fica, e em honra da memória de quem se foi, é preciso continuar vivendo. É preciso transformar o luto em uma luta pela vida e pela felicidade, e transformar a dor em saudade e serenidade. Os meus mais sinceros pêsames! ( ALEXANDRE JABÁ ).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar